instituicaoservicoatribuicoesimprensalicitacaofaleconosco
egppceep
dctdi
dcps
HISTÓRICO


Embora tenha nascido há pouco mais de um ano, a FUNDAÇÃO CEPERJ vive meio século de história e tradição. Sucessora da FESP-RJ e herdeira das técnicas de estudo e pesquisa da extinta Fundação CIDE, a nova instituição, criada pela Lei nº  5.420, de 31 de março de 2009, é – reconhecidamente – um legítimo centro de capacitação, de recrutamento, de cultura, de produção de estatísticas, de estratégia das modernas políticas públicas.

Ao longo de 50 anos, a FUNDAÇÃO CEPERJ, como sucessora da FESP-RJ, passou por três fases de funcionamento institucional. Como herdeira da Fundação CIDE, incorporou as funções de coleta de dados geográficos, sociais, econômicos e ambientais que retratam a realidade do Estado do Rio de Janeiro.

Em 1960, nascida Escola de Serviço Público do Estado da Guanabara – ESPEG - se destacou pela introdução do sistema de mérito de política de pessoal e adoção de modelos de gestão. Simbolizava a importância do servidor como elemento de modernização da administração pública. Sua estrutura enfatizava os serviços de recrutamento e seleção, de treinamento funcional e de intercâmbio e convênio.

A ESPEG se transformou em ESP-RJ – Escola de Serviço Público do Rio de Janeiro – no mês de março de 1975. Essa segunda fase se caracterizou pela necessidade de a instituição se adaptar ao novo quadro da Administração Pública estadual resultante da fusão dos antigos estados da Guanabara e do Rio de Janeiro. O treinamento e a capacitação do servidor visavam à formação de um profissional para o Estado.

A mudança do seu estatuto jurídico, transformando-a em Fundação, no ano de 1976, consolidou a posição da FESP-RJ no mercado. A partir da década de 1980, a então Fundação Escola de Serviço Público redefiniu sua política de treinamento, passando a enfatizar a importância do servidor e da administração pública numa sociedade que se democratizava. Essa terceira fase intensificou programas de treinamento para a formação de gestores públicos. Para suprir a nova elite de técnicos, implementou programas de pós-graduação e, nos anos de 1990, consolidou sua imagem como Escola de Governo, formando especialistas para o exercício gerencial de alto nível, capazes de formular políticas e definir estratégias de ação. Seu carro-chefe, o Curso de Especialização em Administração Pública está na 20ª edição, sob a responsabilidade da FUNDAÇÃO CEPERJ.

A Fundação Centro de Informações e Dados do Rio de Janeiro, ou simplesmente Fundação CIDE, foi criada em 1º de julho de 1987. Tinha sob sua responsabilidade o provimento de dados e informações sobre a realidade do estado nas áreas física, econômica, social, demográfica e ambiental. Durante 22 anos, alimentou órgãos do governo estadual, prefeituras fluminenses, empresas, organizações não-governamentais, universidades e imprensa. Em 2004, lançou o Anuário Estatístico na internet, seu carro-chefe.

Informação e capital humano, bens valiosos, foram complementados por um completo banco de dados geográficos e econômicos do Estado do Rio de Janeiro, que sempre ajudaram a aferir resultados de programas de governo. Entre os serviços prestados,  podem ser destacadas as publicações “Revista Econômica Fluminense” e  mapas temáticos. Pesquisadores, prefeituras, autoridades, empresas, parlamentares, entidades da sociedade e, sobretudo, a população fluminense sempre encontraram na antiga Fundação CIDE um porto seguro e confiável de orientação na tomada de decisões.
A FUNDAÇÃO CEPERJ assumiu o legado de suas antecessoras. Nesse seu primeiro ano e dois meses de vida, sob a gestão do presidente Jorge Barreto, vem se especializando ainda mais na capacitação, formação, educação continuada dirigida aos profissionais que querem progredir e na organização de concursos públicos de pequeno, médio e grande portes. Incorporou aos seus produtos e serviços a nova modalidade de ensino a distância, abrindo oportunidades e portas para aqueles que estão longe das salas de aula. Resgatou o Espaço Cultural -  um núcleo irradiador de artes plásticas e literária, além de projetos voltados para a difusão da música e das artes cênicas.

Comprometida com o processo de aprimoramento contínuo dos servidores e de pessoas interessadas, criou a Escola de Gestão e Políticas Públicas. Essa diretoria é  responsável pelos cursos de especialização e de extensão destinados a técnicos e gestores, e cursos de atualização e capacitação nas áreas gerencial, técnico-administrativa e de informática voltados para o desenvolvimento profissional  do participante. 

A nova Diretoria de Concursos e Processos Seletivos adotou medidas com o objetivo de aprimorar qualitativa e quantitativamente suas seleções. O uso de tecnologia avançada gerou economia de tempo e redução de custos em algumas etapas dos concursos. 

Além de oferecer às instituições governamentais e particulares um retorno de investimento, através da seleção e capacitação de pessoal, a FUNDAÇÃO CEPERJ desenvolve programas e projetos pioneiros. Seu meio século de experiência em Educação e em realizações comprova que a instituição é detentora de inquestionável reputação ético-profissional, contribuindo para a excelência da gestão pública.  


(página inicial)