Quem foi Djanira?

Djanira nasce no interior de São Paulo, numa família de poucos recursos. Casa-se com um maquinista da Marinha Mercante, e cedo fica viúva. Aos 23 anos, é internada com tuberculose no Sanatório Dória, em São José dos Campos, onde faz seu primeiro desenho: um Cristo no Gólgota. Com a melhora, continua o tratamento no Rio de Janeiro, e reside em Santa Teresa, por causa de seu ar puro. Em 1930, aluga uma pequena casa no bairro e instala uma pensão familiar. Um de seus hóspedes, o pintor Emeric Marcier (1916 – 1990), a incentiva e lhe dá aulas de pintura. Djanira também freqüenta, à noite, o curso de desenho no Liceu de Artes e Ofícios. Nesse período, trava contato com o casal Arpad Szenes (1897 – 1985) e Vieira da Silva (1908 – 1992), com Milton Dacosta (1915 – 1988), Carlos Scliar (1920 – 2001), e outros que vivem em Santa Teresa e freqüentam o meio artístico.

O Espaço Cultural

O Espaço Cultural CEPERJ foi criado em 26 de junho de 1992 para organizar e promover projetos, programas e atividades artísticas na instituição vinculada à Secretaria de Estado da Casa Civil e Governança, do Governo do Estado do Rio de Janeiro. Destina-se a ser um núcleo irradiador de cultura, contribuindo para o desenvolvimento artístico e intelectual dos servidores públicos e da população fluminense como um todo. Nos seus 29 anos de vida, o Espaço Cultural CEPERJ construiu uma biografia de expressão indiscutível, promovendo mais de 300 exposições de artes visuais e outras manifestações culturais. O espaço possui a Sala Djanira, uma galeria de arte que abriga regularmente exposições de pintura, oficinas literárias, de artes plásticas, de teatro, rodas de leitura, dança de salão, lançamento de livros com noites de autógrafos, encontros com artistas e escritores, audições de poesia e música, canto coral, espetáculos teatrais e exposições de desenho, fotografia e escultura.

Exposições

Presenciais

Agenda

Quer expor conosco?

WordPress Video Lightbox
Skip to content